Posts Tagged ‘Edgard Poças’

Dia da Bandeira

segunda-feira, novembro 19th, 2018

Dia da Bandeira

Mário Lúcio de Freitas e Edgard Poças

19 de Novembro

É o Dia da Bandeira

Quatro cores, aquarela

Dessa terra brasileira

Canta, canta, minha gente!

Esse canto juvenil

A presença,

A lembrança do Brasil

Canta, canta, minha gente!

Esse canto juvenil

Estandarte, pavilhão

Dessa terra do Brasil

Verde das matas

Ouro do sol

Céu  azul

E o esplendor do Cruzeiro do Sul!

É verde, amarelo, azul e branco

Canta, canta a emoção

Recebe o afeto que se encerra

Em nosso coração!

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Querendo gravar entre em contato.

Voz: Mário Lúcio de Freitas

Aprendi no excelente livro Guia Politicamente Correto da História do Brasil, de Leandro Nardoch, ed. Leya, que o “verde e o amarelo de nossa bandeira vieram de duas famílias. Verde simbolizava a família Bragança de D. Pedro I e o amarelo a família dos Habsburgo, família da princesa Leopoldina”  e que “é um mito a idéia de que essas cores foram inspiradas na natureza brasileira”. Ou seja, os fatos provam o contrário do que diz a minha letrinhas, mas, perdoem a imodéstia: pior para os fatos!

Mindinha de Villa-Lobos

sábado, novembro 17th, 2018

Em 1974, convalescendo de uma terceira cirurgia corretiva na mão esquerda, entusiasmado com a possibilidade de voltar a estudar as peças do mestre, fui ao Rio de Janeiro conhecer o Museu Villa-Lobos; quem sabe não voltava a São Paulo com um convite para um estágio na Universidade de Cascadura?

O convite não veio, mas em compensação levei um papo inesquecível com Dona Mindinha, mulher do grande Villa, a quem ele dedicou, entre outras dezenas de peças, os Cinco Prelúdios Para Violão e as Nove Bachianas Brasileiras. 

Mindinha contou que numa noite em Nova York, Villa lhe convidou para assitir a um grande compositor, esse sim!, que iria se apresentar ao piano. O lugar, segundo ela era bem mixuruca, e o músico, numa pindaíba danada, era nada mais nada menos que Béla Bartók!

Coincidentemente, Villa-Lobos e Bartók tinham ouvido absoluto; compunham sem usar nenhum intrumento, ou seja, tudo na cuca.

Perguntei a ela se conhecia Antonio Carlos Jobim.

– Sim, claro tem melodias lindas, e ama a obra de Villa-Lobos. Uma ocasião esteve em casa, lá pelos anos 50, bebia bem esse moço, na hora da despedida perguntou brincando :

– Maestro, vende pra mim a ária da Bachiana Nº5?

O Villa riu e gostou. 

Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim que amava a música de Villa-Lobos, estava começando sua carreira de compositor consagrado no mundo inteiro.

 Antônio Carlos Planetário de Almeida Jobim.

Depois de um cafezinho, Mindinha foi atender alguem e eu fiquei sozinho na sala com vários pertences do nosso Villa: batutas, piteiras, lápis, borrachas, óculos, partituras e veio a tentação de roubar um lápis – com prolongador.  Mindinha voltou a tempo de frustrar o assalto ao patrimônio nacional e eu confessei minha intenção.

– Edgard, que coisa feia!

– Dona Mindinha, é que esse lápis está encantado! Com ele até eu escrevo uma sinfonia!

Pois sim…

Ganhei várias partituras e dona Arminda de Villa-Lobos, entre elas a Melodia Sentimental, e vinte e dois anos depois mostrei à Zizi Possi que gravou no CD Mais Simples.

Clique para ampliar

O Rei e eu.

terça-feira, outubro 23rd, 2018

Clique para ampliar

Liga o Diogo meu filho:

– Pai, o Pelé vem gravar um comercial aqui no estúdio, hoje às quatro!

Fui correndo.

Depois de abraçá-lo – confesso que chorei – mandei essa:

– Pelé, a tua sorte foi que eu gostava de música!

O rei respondeu de primeira:

-Não vem me dizer que você com essa cara jogava futebol!

E eu fiquei pensando quantas vezes ele deve ter ouvido esse lero…

 

 •

 

Pelé e a camisa autografada para André Gil Bairão, futuro expoente da educação esportiva.

 

Hoje  é dia 23 de outubro dia do nascimento do rei.

Viva Pelé!

 •

Dia da Criança.

sexta-feira, outubro 12th, 2018

Broze ou Tudedo

 Paul Mounsey  e Edgard Poças

Outu dia de brodoze,

Da cridia é o ança!

É um quedo de brindia,

De esfolia e perança!

Mistedo, segrério,

Gria que não alecansa:

– Viva o quedo de brindia!

– Cria viva o dia dança!

Doze de Outubro

 

Dia doze de outubro

É o dia da criança!

É um dia de brinquedo,

De folia e esperança!

De mistério, de segredo,

Alegria que não cansa:

– Viva o dia de brinquedo!

– Viva o dia da criança!

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Solo: Mônica Salmaso (é dez!)

Côro infantil: Karina, Rodrigo, Felipe, Baby, Leandro, Laís e Letícia.

Côro adulto: Ringo, Caio Flávio, Ângela Márcia e Maria do Carmo. Obrigado crianças!

Dia da Criança

 Sarah Regina e Edgard Poças

Todos dias são iguais

Mas tem um que é muito mais

É um um dia que é um sonho

De amor e fantasia

Dia de superheróis

E de lendas encantadas

Aventuras e mistérios

E supergargalhadas

De voar e de brincar com a imaginação

Esse mundo é uma bola

É um pião

Roda roda pula pula

Viva viva a emoção

Rola bola gira mundo

Bate forte coração

Doze de outubro é o nosso dia

Dia do tamanho da alegria

Doze de outubro

Dia de esperança

Dia de brinquedo

Dia da Criança

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Solo: Eliana


Dia do Imigrante

segunda-feira, junho 25th, 2018

Hoje é dia do Imigrante. Nossa homenagem a todos que ajudaram a construir essa mistura fina.

Clique para ampliar

Ilustração da minha filha Maria do Céu Whitaker Poças (Céu)

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Mistura Fina: Paul Mounsey e Edgard Poças

Voz e arranjo: Edgard Poças

 

Oh, Joaquim!

Cheirinho d’alecrim

Azeite no bacalhau

Catupiry

Pajé de parati

Nas águas do seu Cabral

 

Nona Concetta

Nicola di Porpetta

I pizza di macaró

Hans und Fritz

Chucruts von chopps

Bier alemon

 

Abdala kibe

Tabule pra Nagib

Adib Salem Salim

Sing Ling Xong

Pastel e ping pong

Pagode de mandarim

 

Ora, vejam só !

De lá dos Cafundó, vieram pros Catumbi

Marajá em marajó, só tem aqui!

 

Glasnost strogonoff!  Hei !

Rachmaninoff

Shalom Shalom Salomon

Si Adelita si fuera con otro, por Dios

Donde estas my corazon ?

 

Nakamura san

Sakamoto san

Zapon garantido, né !

Rei Zulu

Um axé cor de café!

 

Elle s’apelle  Michelle                                    (Coro) : Ba ba da ba da ba ba da ba da

Ma belle                                                                    Ba ba da ba da ba ba da ba da

Ma demoiselle                                                           C’est ci bon

Chanson d’amour                                                      Chanson d’amour

Every body now

Two for tea                                                                By the light

Forget forgot

Nobody not                                                               Serenade moonlight

Somebody hot

Ooh, baby… baby                                                      Goodnight for you

My only you                                                               My only you

Oh! Oh! ……

 

Oh, oh… Joaquim ? ! ?

Guitarra e bandolim

Fadinho tupiniquim

Que sera de ti

No Ypacarai

Ao som do Guarani

 

Ora, vejam só !

De lá dos Cafundó, vieram pros Catumbi

Marajá em marajó, só tem aqui

Pararatchi bum bum bum

Pararatchi bum… Olé !

Arapuã • Gol Copa • Um frango na cadência do samba.

quinta-feira, junho 14th, 2018

O ano era 1982. Ano de Copa do Mundo na Espanha.

O Brasil tinha um timaço e ia estrear no torneio em Sevilha contra a antiga URSS.

A Volkswagen lançava o Gol Copa e as Lojas Arapuã, como revendedora, tinha um plano de mídia digno do acontecimento.

A agência de propaganda Proeme bolou o roteiro de um filme em que o Waldir Peres – goleiro da seleção canarinho, reserva nas Copas do Mundo de 1974 e 1978 e agora titular – com sua autoridade de guardião afirmava algo assim:

– Nessa Copa, o único gol que vai entra aqui vai ser êsse!  E um Gol Copa entrava gloriosamente na meta brasileira.

Fui chamado, no dia  primeiro de abril (hum), para fazer a trilha do filme e o briefing, como era de se esperar era o antológico Que bonito é, de Luiz Bandeira

Que bonito é

Ver um samba no terreiro

Assistir a um batuqueiro

Numa roda improvisar…

que na verdade se chama Na Cadência do Samba. Tinha que compor algo instrumental, no estilo,  sem ser parecido.

Passei uns dias compondo, decompondo, escrevendo a partitura, fazendo as cópias para os músicos, enfim,  daquilo que seria, pelo menos eu achava, meu golaço publicitário.

No dia do jogo, 14 de junho, sentei no sofá, liguei a TV  como todo brasileiro que se preza, na companhia de amigos, cerveja gelada e acompanhamentos, para assistir a peleja. Em clima de pré jogo, o filme e meu samba rolaram bonito logo no início da tramsmissão, putz, vai ser um sucesso! Brasil!

Acontece que meu coração ficou frio:  aos 33 do 1º tempo um tal de Bal, mal ajambrado, chuta de longe e num lance de infelicidade, Waldir Peres, um dos maiores goleiros que eu vi jogar, engoliu aquilo que no futebol se chama de frango ou perú, que pena! Meu sambagoldeplaca ficou reduzido a uma mísera execução. Tiraram imediatamente do ar apesar do placar final de 2 x 1 a favor do  Brasil. A seleção passou bem pela primeira fase e na segunda batemos a Argetina, al borde de un ataque de nervios, y después não quero nem lembrar. Deu em pizza.

Mas o samba tá aí, voando, de novo no ar.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Voa, canarinho, voa… mostra na Espanha o que eu já sei…

Voa, canarinho, voa… mostra pra esse povo que és um rei…

Copie o endereço e assista:

 

Agência: Proeme

Produtora do filme: Espiral

Músicos: Azevedo (Trumpete), Bill e Pantera (trombones), Hector Costita (sax alto), Isadoro “Bolão” Longano (sax tenor), Carlos Alberto (sax barítono), Chiquinho Rodrigues (violão e percussão), Nãolembro Dequem (contrabaixo e bateria)

Técnico: Mazzuca

Gravação: Estúdio Bandeirantes em 5 de abril de 1982

P.S.: O trumpetista (Azevedo) chegou na gravação, devia ser umas dez da manhã, exausto e com os lábios estourados de tocar à noite toda no Som de Cristal, a mais conhecida gafieira de São Paulo que ficava na rua Bento Freitas, hoje não existe mais:

– Maestro, eu não vou conseguir tocar tão agudo não, olha só!

Os lábios estavam muito inchados e parecia que ele saiu duma luta de box. E  agora onde eu acho um trumpetista? Abaixar o tom agora, depois de toda borracha que eu gastei?

Os músicos esperando para gravar e eu sem o solista…

Aí o Chiquinho Rodrigues, que além de músico fixo do estúdio tambem fazia freelance de anjo da guarda, trouxe a solução:

– Vamos gravar o pessoal sem o trumpete , depois, baixamos a rotação da máquina, o Azevedo grava num tom mais confortável, e quando voltarmos ao original vai ficar beleza!

O Azevedo tocou relax, eu gostei a agência aprovou, e o resultado, apesar dos pesares, taí, voando no espaço.

Valeu Chiquinho!

 

 

Dia dos Namorados

terça-feira, junho 12th, 2018

Essa letra nasceu da lembrança de uma menina de olhos verdes e da esperança que me inspirava.

Se enamorem.

Com a Turma do balão Mágico:

Com Tiê:

Com 4Joy:

Com Roberta Tiepo:

 

 

A Turma do Balão Mágico #1

domingo, abril 22nd, 2018

.

Texto de Ronaldo Bôscoli na contracapa do LP.

 

A Galinha Magricela (G.Monreal – Edgard Poças)

Baile Dos Passarinhos (W. Thomas – T. Randall – Edgard Poças)

O Pato Cantor (Emilio Aragón – Edgard Poças)

Charleston (Emilio Aragón – Edgard Poças)

A Canção Dos Felisbertos (Pierre Kartner – Edgard Poças)

Co-co-uáááááá! (I.Bartoli – Edgard  Poças)

Dança Sim (N. Pieretti – B. Peregrini – Edgard Poças)

O Trenzinho (A. Gorassini – A. Baroncini – Edgard Poças)

 Cowboy do Amor

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Tem gato na tuba

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

P.R.Você

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Upa – Upa

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

Músicas e Letras de Edgard Poças

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A Galinha Magricela

 

Eu conheço uma galinha

A galinha da vizinha

Avezinha magricela e depenada

 

Quem tem pena da galinha

Avezinha depenada

A galinha magricela da vizinha

 

Bota ovos pela sala

No banheiro, na cozinha

Ela bota, bota, bota sem parar

 

A galinha magricela

Bota ovos sem parar

A galinha magricela

É magrela de botar

 

A galinha magricela

E bota um, e bota dois, e bota três

A galinha magricela, vira cambota

E bota quatro de uma vez

 

A galinha magricela

E bota dez, e bota cem, e bota mil

A galinha magricela, bota ovo

Bota banca de mais bela do Brasil

 

Clique para ampliar

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 Baile dos Passarinhos

 

Passarinho quer dançar

O rabicho balançar

Porque acaba de nascer

Tchu tchu tchu tchu

 

Passarinho quer dançar

Quer ter canto pra cantar

A alegria de viver

Tchu tchu tchu tchu

 

Seu biquinho quer abrir

As asinhas sacudir

E o rabicho remexer

Tchu tchu tchu tchu

 

Joelhinho vai dobrar

Dois saltinhos só pra ver

Vamos voar

 

É dia de festa

Dança sem parar

E depois voar no azul

Cruzar de norte a sul

O céu e o mar…

 

Passarinho quer dançar

O rabicho balançar

Porque acaba de nascer

Tchu tchu tchu tchu

 

No seu ninho dançará

Passarinho passará

A alegria de viver

Tchu tchu tchu tchu

 

Seu biquinho quer abrir

As asinhas sacudir

E o rabicho remexer

Tchu tchu tchu tchu

 

Joelhinho vai dobrar

Dois saltinhos só pra ver

Vamos voar

 

É dia de festa

Dança sem parar

E depois voar no azul

Cruzar de norte a sul

O céu e o mar…

Clique para ampliar

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O Pato Cantor

 

Pato Zico

O mais popular

Pato Zico

O pato cantor

Abre o bico e põe pra cantar

A canção do quá quá

 

As patinhas morrem de amor

Pelo pato cantor

E a patota, que curtição

Rádio e televisão

 

Preste agora muita atenção

Diga lá, por favor

Quantas patas, eis a questão

Tem o pato cantor

Clique para ampliar

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Charleston

 

Mamãe

Os meus sapatinhos

Como estão velhinhos

De tanto dançar

Esta dança que balança

E qualquer criança

Dança sem cansar

 

Charleston

Charleston

Só quem dança sabe o que é bom

 

Mamãe

Os meus sapatinhos

Eram tão novinhos

Foi o Charleston

 

Lá na praia

Lá na escola

Lá em casa na vitrola

Todo mundo ao som do Charleston

 

Eu já sei todos os passos

Mexo as pernas mãos e braços

Mas estou sentindo um frio nos pés

Mamãe

Clique para ampliar

Dança de sapateado do grupo juvenil da Academia Desafio.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A Canção dos Felisbertos

 

De onde é que vocês vêm

Do país de Felisbem

Onde fica esse lugar

É muito fácil de encontrar

É bonito esse país

Felisbem é bem feliz

Vocês gostam de cantar

De cantar e de tocar

Então, toca Felisberto

 

Canta um pouquinho

Lá, lá, lá, lá

E a segunda voz

Lá, lá, lá, lá

Todo mundo

Lá, lá, lá, lá

Vocês cantam muito bem

Você vai cantar também

Eu não sei essa canção

Nós ensinamos: atenção

Se eu cantar tudinho certo

Você vira um Felisberto

E se eu não conseguir

Nós podemos repetir

Então vamos lá

Lá, lá, lá, lá

 

Encontrei o seu país

O seu rosto está feliz

Felisbem é uma canção

Para alegrar o coração

Eu virei um Felisberto

Felisberto é muito esperto

Então, vamos cantar mais

E também quem for capaz

Todo mundo

Lá, lá, lá, lá

Clique para ampliar

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Co-co-uáááááá!

 

Vou contar a história do galinheiro da minha vó

Lá, todas galinhas, juntinhas, cantam có-ró-có-có

Todas menos uma que é tão sózinha, que até dá dó

Vive só chorando, no seu canto

Sempre só

 

Quando era pequena engoliu chiclete

E bota o mesmo ovo sem parar

O galo lhe chama de Ioiô Repete

Por isso é que ela chora sem parar

 

Có-có-uááááá! Có-có-uááááá! Có-có-có-có-uááááá!

Có-có-uááááá! Có-có-uááááá! Có-có-có-có-uááááá!

 

Eu não aguento mais! Berra a minha vó

Por que essa galinha não faz mais có-ró-có-có

 

Só pra chatear Ioiô repete sem parar

Có-có-uááááá! Có-có-uááááá!

Có – có – có-có……………uááááááááá!

 

E quando as galinhas, suas amiguinhas

Vêem lhe ajudar, a botar seu ovo

Cantar de novo e cacarejar

Grita o papagaio, que é bom de bico, e sabe imitar

 

Có-có-uááááá! Có-có-uááááá!

Có – có – có-có……………uááááááááá!

Clique para ampliar

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Dança Sim

 

Dança sim

Eu to contigo

Dança sim

Sou teu amigo

 

Pinta de vermelho

Teu nariz

Olha lá no espelho

E sorri feliz

 

Dança sim

Eu to contigo

Dança sim

Sou teu amigo

 

Pinta um bigode com carvão

Pega o travesseiro

Faz um barrigão

 

Pinta

Pega na tinta

Faz uma pinta

Troca o pé de sapato

E anda pra trás

 

Cata estrelas no céu

Junta e faz um colar

E coça a orelha com o polegar

 

Dança sim

 

Uma bela barba de algodão

E uma bengalinha pra rodar na mão

 

Dança sim

 

E depois coloca num cartaz

Bom é ser criança

Dança dança mais

Clique para ampliar

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 O Trenzinho

 

Se você quer dormir feliz e sonhar

É só fechar os olhos e imaginar

Que o coração é uma estação

Pra embarcar, no trem azul dos sonhos, que vão chegar

 

Ei! Ouve ele apitar

Chin chin pom pom

Chin chin pom pom

Pelo caminho…

 

O trem já vai chegar

Chin chin pom pom

Chin chin pom pom

Carregadinho

 

Ei! Dá pra me arrumar

Chin chin pom pom

Chin chin pom pom

Um lugarzinho

 

Também quero embarcar

Chin chin pom pom

Chin chin pom pom

Num bom soninho

 

De manhãzinha quando o dia acordar

Voce contente, um bom sorriso pra dar

Seu coração é uma estação

Pra embarcar, no trem azul dos sonhos, que vão chegar

Clique para ampliar

 

 

Clique para ampliar

A Turma do Balão Mágico #2

domingo, abril 22nd, 2018

 

.

 

Capa do K7

 

Superfantástico (Ignacio Ballesteros – Difelisatti – Edgard Poças)

Ai Meu Nariz (E.T.Aragon Alvarez – E.A.Bermudez – Edgard Poças)

Ursinho Pimpão (T.Landa – T.Cruz – Edgard Poças)

O Meu Avô (H.Herrero – L.G.Escolar – Edgard Poças)

Juntos (L.G.Escolar – G.Gastaldo – Edgard Poças)

Seu Felipe Dorminhoco (Emilio Aragón – Bermudez – Edgard Poças)

Você e Eu (Ignacio Ballesteros – Dennis Trempenau – Edgard Poças)

Gaguejei (G.O.Montero – J.Oristrell – M.C. Alicart – Edgard Poças)

Músicas e Letras de Edgard Poças

 

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Superfantástico

 

Superfantástico, amigo

Que bom estar contigo no nosso balão

Vamos voar novamente

Cantar alegremente mais uma canção

 

Tantas crianças já sabem, que

Todas elas cabem no nosso balão

Até quem tem mais idade

Mas tem felicidade no seu coração

 

Sou feliz, por isso estou aqui

Também quero viajar nesse balão

 

Superfantástico

No balão mágico

O mundo fica bem mais divertido

 

Sou feliz, por isso estou aqui

Também quero viajar nesse balão

 

Superfantásticamente

As músicas são asas da imaginação

É como a flor e a semente

Cantar que faz a gente viver a emoção

 

Vamos fazer a cidade

Virar felicidade, com a nossa canção

Vamos fazer essa gente voar alegremente

No nosso balão

 

Sou feliz, por isso estou aqui

Também quero viajar nesse balão

Clique para ampliar

Ai, Meu Nariz

 

Eu não sei o que é que eu fiz

Eu só sei que o meu nariz

Funga-funga

A…, a…, a…, a…

 

Consultei doutor Zenóbio

Que não viu nenhum micróbio

Funga-funga

A…, a…, a…, a…

 

Também fui no consultório

De um tal doutor Osório

Funga-funga

A…, a…, a…, a…

 

Nunca vi nariz assim

Isso é com doutor Crispim

Funga-funga

A…, a…, a…, atchim

 

Ai, meu nariz

Ai, meu nariz

Ele parece muito mais um chafariz

 

Encontrei dona Anastácia

No caminho da farmácia

Funga-funga

A…, a…, a…, a…

 

Ta com cara de alergia

Corre lá na drogaria

Funga-funga

A…, a…, a…, a…

 

Ta com jeito de ser gripe

Já me disse seu Felipe

Funga-funga

A…, a…, a…, a…

 

To achando que é cupim

Me falou seu Joaquim

Funga-funga

A…, a…, a…, atchim

 

Ai, meu nariz

Ai, meu nariz

Ele parece muito mais um chafariz

 

Fiz até acupuntura

Com doutor Saro Nokura

Funga-funga

A…, a…, a…, a…

 

Já corri pra todo lado

Mas não vejo resultado

Funga-funga

A…, a…, a…, a…

 

Ce tomou muito gelado

Perguntou doutor Machado

Funga-funga

A…, a…, a…, a…

 

E eu já to desconfiado

Que isso é mesmo resfriado

Funga-funga

A…, a…, a…, atchim

 

Ai, meu nariz

Ai, meu nariz

Ele parece muito mais um chafariz

 

Clique para ampliar

 

Ursinho Pimpão

 

Vem meu ursinho querido

Meu companheirinho, ursinho Pimpão

Vamos sonhar aventuras

Voar nas alturas da imaginação

 

Como na história em quadrinhos

Eu sou a Sininho, você Peter Pan

Vamos fazer nossa festa, brincar na floresta

Ursinho Tarzã

Enquanto o sono não vem, eu sou Chapeuzinho, você meu galã

 

Dança meu bem, pelo salão

É tão bonita nossa canção

Manhã já vem, dorme Pimpão

Urso folgado, não tem lição

 

Vem meu mocinho querido

Ator preferido da minha estação

Vou te sonhar colorido

Pegando bandido na televisão

 

Vamos deixar o cansaço dormir num abraço

Meu velho amigão

Não fique triste e zangado

Se eu viro de lado, e te jogo no chão

 

Ah! meu ursinho palhaço

Seu circo é um pedaço

Do meu coração

 

Dança meu bem, pelo salão

É tão bonita nossa canção

Manhã já vem, dorme Pimpão

Urso folgado, não tem lição

Clique para ampliar

 

 •

O Meu Avô

 

O meu avô é doce como caramelo

O meu avô é fofo como um algodão

O meu avô tem muitas coisas e um castelo

De mentirinha mas é um bruta castelão

 

O meu avô conta piadas engraçadas

O meu avô tem figurinhas de montão

Muita graça muito riso

Meu avô sabe brincar

É tão lindo seu sorriso

É meu aaaa aaaaa aaaaaaa…

 

Avozinho, avozinho, avozinho dá um beijo

Dá um beijo vovozinho, um beijinho meu amor

Avozinho, avozinho, avozinho dá um beijo

Dá um beijo vovozinho, um beijinho por favor

 

O meu avô tem uma estátua voadora

O meu avô tem um isqueiro de vulcão

O meu avô corta fumaça com tesoura

De mentirinha o meu avô é campeão

 

Meu avô tem uns anéis lá de Saturno

O meu avô tem plantação de macarrão

Muita graça, muito riso

Meu avô sabe brincar

É tão lindo seu sorriso

É meu aaaa aaaaa aaaaaaa…

 

Avozinho, avozinho, avozinho dá um beijo

Dá um beijo vovozinho, um beijinho meu amor

Avozinho, avozinho, avozinho dá um beijo

Dá um beijo vovozinho, um beijinho por favor

Juntos

 

É tão bonito, ver tantos sonhos, tão diferentes

Vivendo juntos, aqui na escola

E tão contentes

 

Já vem felizes, lá no ônibus

Nariz no vidro, olhando o trânsito

Criando um mundo, feito mágicos

Cantando até ficar afônicos

Vivendo juntos

 

Juntos

Um dia entre nós, parece muito mais que um dia

Juntos

A tia, pra nós, é muito boa companhia

 

Eu quero assim: crianças sempre perto de mim

 

Juntos

O dia pra nós, parece feito de alegria

Juntos

Qualquer situação, é boa pra uma cantoria

 

Eu quero assim: crianças sempre perto de mim

 

Vamos vivendo as nossas vidas, alegremente

Cada segundo pode ser grande, e de repente

Segunda-feira é como um sábado

O nosso mundo, é mesmo, mágico

 

Juntos

Um dia entre nós, parece muito mais que um dia

Juntos

A tia, pra nós, é muito boa companhia

 

Eu quero assim: crianças sempre perto de mim

 

Juntos

O dia pra nós, parece feito de alegria

Juntos

Qualquer situação, é boa pra uma cantoria

 

Eu quero assim: crianças sempre perto de mim

Seu Felipe, Dorminhoco

 

O seu Felipe é um dorminhoco sem igual

Desde criança, dorme que não é normal

De manhã cedo era duro de acordar

Ia pra escola bocejando sem parar

 

Adormecia até num filme de terror

Com a TV ligada a todo vapor

De manhã cedo era um concerto musical

Sua família se juntava num coral

 

A a a a a a a a acorda

Dorminhoco tá na hora de acordar

A a a a a a a a acorda

Preguiçoso, você tem que levantar

 

Pega todo mundo no colchão

Joga esse folgado lá no chão

A a a a a a a a acorda

Seu dorminhoco, preguiçoso, folgadão

 

O seu Felipe é dorminhoco e sabidão

O seu Felipe acertou na profissão

Ele é vigia numa loja de colchões

Dorme direto, dando sopa pros ladrões

 

De manhãzinha, dá chilique no patrão

O seu Felipe esticadinho no colchão

E é tão gozado quando junta o pessoal

Em volta dele caprichando no coral

 

A a a a a a a a acorda

Dorminhoco ta na hora de acordar

A a a a a a a a acorda

Preguiçoso, você tem que levantar

 

Pega todo mundo no colchão

Joga esse folgado lá no chão

A a a a a a a a acorda

Seu dorminhoco, preguiçoso, folgadão

Você e Eu

 

Linda como o céu, e tão profunda como o mar

Move até montanhas, não tem cor, não tem idade

Quem é que não sabe do que eu quero falar

É da amizade

Estamos sempre juntos, não importa o lugar

Nesse nosso mundo, sem fronteiras pra cruzar

Vamos repartindo esse amor que faz viver

Você e eu, eu e você

Você e eu, você e eu

Eu e você, eu e você

Amigos pra valer, você e eu

 

Você e eu? Um coração

Eu e você? Uma emoção

Amigos pra valer você e eu

 

Você e eu? Uma canção

Eu e você? Um abração

Amigos pra valer você e eu

 

Corre como um rio que sabe onde fica o mar

Clara como a luz e certa como a verdade

Quem é que não sabe do que que eu quero falar

É da amizade

 

Ela não tem pressa, nem tem hora pra chegar

Até mesmo os bichos, e as flores vão te dar

É só repartir esse amor que faz viver

Você e eu, eu e você

 

Você e eu, eu e você

Você e eu, você e eu

Eu e você, eu e você

Amigos pra valer, você e eu

Gaguejei

 

Ga-ga-ga-ga-ga-ga-gaguejei

Na-na-na-na hora de falar

Qua-qua-qua-qua quase que eu falei

Mas ca-ca-co como evitar

 

Não, não, não sei o que acontece na boca

Quan-quan-quando eu vejo aquela menina

Parece que ela fica louca

E tre-treme que nem gelatina

 

Ga-ga-ga-ga-ga-ga-gaguejei

Na-na-na-na hora de falar

Qua-qua-qua-qua quase que eu falei

Mas ca-ca-co como evitar

 

Não, não, não sei o que acontece comigo

Quan-quan-quando eu vejo aquele gatinho

Quero falar mas não consigo

E ele pensa que é gago, sózinho

 

Ga-ga-ga-ga-ga-ga-gaguejei

Na-na-na-na hora de falar

Qua-qua-qua-qua quase que eu falei

Mas ca-ca-co como evitar


Clique para ampliar

Clique para ampliar

A Turma do Balão Mágico #3

domingo, abril 22nd, 2018

 

Clique para ampliar

Capa do LP e K7

Amigos do Peito (Erik Vonn – Memo Mendez Guiu – Edgard Poças)

É Tão Lindo (Al Kasha – Joel Hirschorn – Edgard Poças)

Bombom (L.Moreno – J.Moreno – Edgard Poças)

Quadrinhas e um Refrão (D.P. – Edgard Poças)

Mãe, Me Dá um Dinheirinho (D.Vaona – L.G.Escolar – L.Ballestero – Edgard Poças)

Se Enamora (Garofalo – Monti – V.Giuffre – G.Castaldo -Edgard Poças)

Zip e Zap (Valero – Llobel – Edgard Poças)

Tia Josefina (Luis Gomez Escolar – F.Don Diego – Edgard Poças)

Dia dos Pais (Francisco Don Diego – Alfredo Araujo – Edgard Poças)

Músicas e Letras de Edgard Poças

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Amigos do Peito

 

Meu nome é Mike

Gosto muito de brincar

 

Eu sou o Tob

Não me canso de cantar

 

Sou Simony

E queria apresentar

Novos amigos

Que acabaram de chegar

 

Sou Jairzinho

O mais novo do balão

 

Eu sou o Fábio

Também vou nessa canção

 

Somos amigos

E queremos divertir

Nossos amigos

Do balão

Que vai subir

 

Somos amigos

Amigos do peito

Amigos de uma vez

Somos amigos

Amigos do peito

Amigos de vocês

 

Viver a vida

Viajando nas canções

Viver cantando

Alegrando os corações

 

Viver os sonhos

Tudo que acontecer

Fazer amigos

Mas amigos pra valer

 

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 

Revista Isto É 1984

É Tão Lindo

 

Se tem bigodes de foca

Nariz de tamanduá

Parece meio estranho, hein

 

Também, um bico de pato

E um jeitão de sabiá

Mas, se é amigo, não precisa mudar

 

É tão lindo, deixa assim como está

E eu adoro, adoro

Difícil é a gente explicar, que é tão lindo

 

Se tem bigodes de foca

Nariz de tamanduá

E orelhas de camelo né, tio

Mas, se é amigo de fato

A gente deixa como ele está

 

É tão lindo, não precisa mudar

É tão lindo, é tão bom se gostar

E eu adoro

É claro! Bom mesmo, é a gente encontrar um bom amigo

 

São os sonhos verdadeiros

Quando existe amor

Somos grandes companheiros

Os três mosqueteiros

Igualzinho ao filme!

 

É tão lindo, não precisa mudar

É tão lindo, deixa assim como está

E eu adoro! E agora, eu quero poder lhe falar

Dessa amizade que nasceu

Você e eu

Nós e você

Vocês e eu

E é tão lindo

 

Ouça esta gravação de É Tão Lindo com Elza Soares e João Gordo num arranjo de Antônio Araujo:

https://m.soundcloud.com/walmanfilho/joao-gordo-elza-soares-e-antonio-araujo-e-tao-lindo-turma-do-balao-magico

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Bombom

 

Sonhei que era um cantor

De fama internacional

Sucesso arrebatador

En lá América Central

 

Guitarra

Sombrero

Sol e som

Vamos a la playa

Bombom,bombom

 

Chiribiribi

Bombom bombom

Chiribiribi

Bombom bombom

 

Gatinhas me perseguindo

Curtindo com o meu som

Gritando é lindo, lindo

Me chamando de bombom

 

Guitarra

Sombrero

Sol e som

Vamos a la playa

Bombom bombom

 

Chiribiribi

Bombom bombom

Chiribiribi

Bombom bombom

 

Acordo de manhãzinha

Meu quarto cheio de som

Girando na vitrolinha

O meu sonho de bombom

 

Guitarra

Sombrero

Sol e som

Vamos a la playa

Bombom bombom

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Quadrinhas e Um Refrão


Canta canta essa canção

São quadrinhas e um refrão

Que vão fazer rima

Com seu coração

Rima bem pra cima

Que nem nosso balão

 

O balão foi lá prá cima

Bem no alto ele sorriu

Lá no céu achou a rima

Pra essa terra do Brasil

 

Foi voando pelo Norte

Do Amazonas ao Pará

Bateu vento muito forte

Pro Nordeste foi voar

 

Voa  voa voa

Vale  vale a pena

Voa com essa gente

De pele morena

 

Canta canta essa canção…

 

Olha que Belo Horizonte

Tem Mato Grosso e Goiás

Belo Horizonte de Minas

Nunca se esquece jamais

 

Também  São Paulo

Rio também

Também Rio de Janeiro

Até janeiro tudo bem

 

Canta canta essa canção…

 

Espírito Santo

Paraná azul

Santa Catarina

Rio Grande do Sul

 

Que barbaridade

Que barbaridade

Vento minuano

Sopra de verdade

 

Canta canta essa canção…

Clique para ampliar

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Mãe, me dá um dinheirinho?


Sempre que ele passa

E me traz uma canção

Com sua guitarra

Me amarra o coração

 

Eu fico pensando

Se ela está a fim de casar

Porque eu tô achando

Que bom mesmo é namorar

 

Não sei, não sei

Não sei, se é pra casar

 

Não sei, não sei

Eu quero é namorar

 

Mãe, me dá um dinheirinho

Eu tô a fim de namorar

Mãe, me dá um dinheirinho

Eu tô a fim de namorar

 

Mas eu não sei

Não sei se é prá casar

 

Mas eu não sei

Eu quero é namorar

 

Sempre que ela passa

Eu começo a incendiar

E fico pensando

Se ela vem me paquerar

 

Ela é uma gracinha

Que eu não canso de olhar

A maior gatinha

Eu tô a fim de namorar

 

Não sei, não sei…

Clique para ampliar

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

 Se Enamora

 

Quando você chega na classe

Nem sabe, quanta diferença que faz

E às vezes, faço que nem vejo e nem ligo

E finjo ser distraída demais

Quantas vezes te desenhei

Mas não consigo, ver o teu sorriso no fim

Te sigo, caminhando pelo recreio

Quem sabe, você tropeça em mim

 

Se enamora, quem vê você chegar com tantas cores

E vê você passar perto das flores

Parece que elas querem te roubar

 

Se enamora, quem vê você chegar com tantos sonhos

Os olhos tão ligados nesses sonhos

Tesouros de um amor que vai chegar

Quando toca o despertador, de manhãzinha

Me levanto e vou me arrumar

E vejo a felicidade do espelho, sorrindo

Claro que vou te encontrar

 

Fico só pensando em você

E juro que eu vou te tirar pra dançar, um dia

Mas uma canção é tão pouco

Nem cabe, tudo que eu quero falar

 

Se enamora, quem vê você chegar com tantas cores

E vê você passar perto das flores

Parece que elas querem te roubar

 

Se enamora, quem vê você chegar com tantos sonhos

Os olhos tão ligados nesses sonhos

Tesouros de um amor que vai chegar

 

Se enamora, e fica tão difícil de ir embora

E às vezes escondido, a gente chora

E chora mesmo sem saber por quê

 

Se enamora, a gente de repente

Se enamora, e sente que o amor chegou na hora

E agora, gosto muito de você

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Zip e Zap

 

São iguais

Até mesmo os cabelos são iguais

Zip aqui, Zap ali

Não, não, não

Zip lá, Zap aqui

Esses gemeos são iguais

São gemeos geniais na gozação

Até mesmo os seus pais

Fazem muita confusão

Quem é quem

E quem é o seu irmão

E qual dos dois que lá na escola

Vive só de cola

Qual é o santo

E qual é o vilão

Zip e Zap 
São dois gemeos divertidos

 

Zip e Zap

Fazem dois igual a um

Zip e Zap

Lá vem eles sempre unidos

Zip e Zap

Zap e Zip

É zip zzzzooom

Professor quer saber

Afinal quem eles são

Zip aqui, Zap ali

Não, não, não

Zip lá, Zap aqui

Esses gemeos são iguais

Quem faz e quem não faz sua lição

As garotas também

Olhem só que situação

Quem vem pra namorar lá no portão

E vão dizendo as fofoqueiras

Pras namoradeiras

Dois por um, só na liquidação

Clique para ampliar

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Tia Josefina

 

Minha tia Josefina dorme dentro do armário

Toma sopa num aquário e guarda roupa na piscina

 

Minha tia Josefina tem um carro de madeira

Sem motor sem gasolina, que só anda na ladeira

 

Dizem que é lelé da cuca

Mas a tia é gente fina e companheira

Bota a camisola e uma peruca

Faz um baita chuca-chuca, e tome mamadeira

 

Tia, tia, tia Josefina

Que sabe tudo sobre patavina

Tia, tia, tia Josefina

Você é uma titia fenomenal

 

Minha tia, Josefina é uma grande cozinheira

Tira um gato do fogão e um pingüim da geladeira

 

Minha tia, Josefina também banca a jardineira

Planta a planta do seu pé, depois planta bananeira

 

Dizem que é lelé da cuca

Mas a tia é gente fina e companheira

Bota a camisola e uma peruca

Faz um baita chuca-chuca, e tome mamadeira

 

Tia, tia, tia Josefina

Que sabe tudo sobre patavina

Tia, tia, tia Josefina

Você é uma titia fenomenal

 

Minha tia, Josefina

Até parece brincadeira

É verdade de mentira

Ou mentira verdadeira

 

Rascunho #1

.

Rascunho #2

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Dia dos Pais

 

Um passarinho me acordou cedinho

Cantando lindo, que nem rouxinol

E o céu sorrindo, azul, azul limpinho

Abriu caminho pra passar o sol

 

Um dia lindo, com todas as cores

Um arco-íris, garantiu que sai

E o bem-te-vi disse que viu as flores

Vindo enfeitar o dia do papai

 

Amigo velho

Eu queria falar

Meu velho amigo

Foi tão bom te encontrar

 

Amigo velho

Eu te amo demais

Meu velho amigo

Todo dia é dos pais

 

Eu convidei o gato e o cachorro

Nenhum amigo vai poder faltar

Super-herói também

Tarzan, o Zorro

E o Pererê não vai poder mancar

 

Vai ter pelada e muita brincadeira

Toda alegria vem nos visitar

Queria tanto que esta festa inteira

Fosse um presente, pra  poder te dar

 

Clique para ampliar

Clique para ampliar