Posts Tagged ‘Edgard Poças’

Minha mãe e o lente Mário de Andrade.

domingo, maio 8th, 2022

Minha mãe Antonietta, formou-se professora de piano pelo Conservátorio Dramático Musical de São Paulo, e pelas anotações nas suas partituras – Cravo bem Temperado, Sonatas de Mozart, Beethoven, Estudos, Prelúdios e Valsas de Chopin, que eu adorava, etc… –  posso imaginar quanto os lentes, eram rigorosos. História da Arte: Mário de Andrade.

Clique para ampliar

Muitas vezes perguntei a ela:

– Mãe, como era o Mário de Andrade?

– Ih, ele era muito sério…rigoroso… 

Os anos iam passando e eu, de vez em quando, querendo saber um pouco mais sobre o Multimário, repetia curioso:

– Mãe, como era o Mário de Andrade?

Ela repicava solfejando com o sotaque do Brás; naquele tempo, bairro tinha sotaque.

Até que um belo dia, mandei o ostinato:

– Mãe, como era o Mário de Andrade?

– Ih, ele era muito sério…rigoroso… 

– Ô mãe, improvisa pô! 

 

  •

=  

Nunca ouvi ninguém tocar o Tico tico no fubá com o molho e o humor da Nena. Uma vez, ouvindo-a tocar em cada da tia Elvira, juro que vi, na janela que dava pra rua Florêncio de Abreu, o Zequinha  e o Pixinguinha, concordando.

A partitura – desse clássico paulista, mais a de Tardes de Lindóia – foram compradas de um suarento Zequinha de Abreu, cansado, vendendo sua obra de porta em porta, na inclinada rua Asdrúbal do Nascimento, aqui em São Paulo.

Pobre Zequinha!

Tardes de Lindóia, dei de presente ao amigo José Ramos Tinhorão, e hoje ela está muito bem guardada no acervo do Instituto Moreira Salles, que é um arraso!

 

Saudades da minha Neninha.

O Rei e eu.

sábado, abril 30th, 2022

Clique para ampliar

Liga o Diogo meu filho:

– Pai, o Pelé vem gravar um comercial aqui no estúdio, hoje às quatro!

Fui correndo.

Depois de abraçá-lo – confesso que chorei – mandei essa:

– Pelé, a tua sorte foi que eu gostava de música!

O rei respondeu de primeira:

-Não vem me dizer que você com essa cara jogava futebol!

E eu fiquei pensando quantas vezes ele deve ter ouvido esse lero…

 •

Pelé e a camisa autografada para André Gil Bairão, futuro expoente da educação esportiva.

Hoje  é dia 23 de outubro dia do nascimento do nosso rei.

Viva Pelé! Rei do Brasil!

 •

Musimágicos • Viva Beethoven

quarta-feira, janeiro 19th, 2022

Criação, roteiro e repertório de Edgard Poças.

.

Bem-vindo

quarta-feira, junho 9th, 2021

Bem-vindo a estas canções!

Numa certa ocasião, reunido com amigos compositores, tive a ideia de fazer uma parceria musical com cada um deles. Como venho trabalhando na música infanto-juvenil, desde que criei a Turma do Balão Mágico, “há mais de quarenta anos”, imaginei um repertório que refletisse a criança em cada um dos parceiros. Seria um “Balão Mágico” para maiores? Pode ser, talvez movido pelo sentimento de que a infância não volta mais, mas a criança permanece.

São 12 composições inéditas e os meus parceiros são: Carlos Lyra, Dado Magnelli, Daltony Nóbrega,  Dino Galvão Bueno, Eduardo Gudin,  Laércio de Freitas, Luis Roberto Oliveira, Marcos Valle, Nelson Ayres e Théo de Barros, e uma música de  (Anibal Augusto Sardinha – Garoto).

Participaram deste álbum como intérpretes : Céu, Alaíde Costa, Renato Braz, Adriana Godoy, Diogo Poças, Jean William, Ricardo Barros, Maria Clara Novaes, Margareth Darezzo e Edgard Gianullo. Todos os arranjos são de autoria de Pichu Borrelli. A ilustração da capa é de Paulo Caruso.

Este álbum /CD já está disponibilizado nas seguintes plataformas musicais, entre neste link.

https://tratore.ffm.to/bemvindo

Letras:

Bem-te-vi

De lá do céu ouvi

um bem-te-vi

que bem me viu assim

Assobiando azul

agradeci

que bom estar aqui

que bom que bem-te-vi

Quis imitar o som da tua voz

Mas eu não consegui

e, em compensação

um bem-te-vi

me trouxe essa canção

Felicidade

que bom te ouvir

cantando por aí

lá e aqui

ali, acolá

que nem bem-te-vi

Fefê, a foca fofoqueira

Fefê, foca fofoqueira,

faz fofoca até de focinheira

Venenosa

jararaca

foca na fofoca e ataca

Peçonhenta

Fefê inventa e aumenta um ponto

– Sabe o que ela me contou?

– Depois eu conto

Fefê a foca

Foca na fofoca

Fefê a foca

Foca na fofoca

Vagalume

Todo dia o vagalume

recarrega a bateria

à noitinha, acende, voa           

reluzindo alegria

Voa, voa pirilampo

Faz do céu sua casinha

Luze,  luze

lume, lume

mais parece uma estrelinha

Luze luz luze luz        

luze luze luze lume

luze luz luze luz

vaga luz, o vagalume  

Palhaço

Quando eu piso no picadeiro

Todo mundo abre um sorriso

a plateia é só riso

riso

isso que eu preciso

Se eu vejo uma criança

de carinha amarrada

caio logo na palhaçada

e desamarro a risada

Eu nasci pra ser palhaço

palhaçar, palhaçaria

esse é meu dia-a-dia

Eu nasci pra ser palhaço

semeando o que eu faço

vou colhendo alegria

Sou palhaço

amo o que eu faço

sou pirueta

eu sou tropeção

Sou anedota

sou espoleta

dou cambalhota

no seu coração

Joguinho de Montar

O que você quer ser quando crescer?

viviam me perguntando    

Quanta coisa eu podia ser…

…eu ficava, só imaginando…

Um atleta, um cientista, um pop star

Um médico, mamãe ia adorar!

Por meu pai eu seria engenheiro

e de tudo que podia

eu queria ser bombeiro

Bombeiro

eu queria ser

bombeiro

um herói verdadeiro

super-herói verdadeiro

Bombeiro

eu queria ser

bombeiro

um super-herói verdadeiro

O que você quer ser quando crescer?

viviam me perguntando    

Quanta coisa eu podia ser… e fazer

…eu ficava, só imaginando…

E agora , o tempo conta o que eu sou

É mágico eu fui, eu sou vovô

E assim o que eu tenho pra contar

Sou um cara igualzinho

Um joguinho de montar

Bombeiro

eu queria ser

bombeiro

um herói verdadeiro

super-herói verdadeiro

Bombeiro

eu queria ser

bombeiro um super-herói verdadeiro

Beija-Flor

Pititico beijoqueiro                                     

Entre as flores vou que vou

Bom de bico vou maneiro                        

Voo, beijo, beijo, voo

Murmurando levo amores

Levo pólen flor em flor

Beijos doces, multi cores

Bem feliz vou que vou

Nas asas do amor

Eu acordo bem cedinho                                              

Tenho muito que voar

Deus me livre de gaiolas

Não consigo nem pensar

Trabalhando, namorando

Sou um beijo voador

Pra beijar não me atrapalho

Afinal eu nasci pra ser um beija-flor

Voo voo, zôo zôo                                                        

Sou artista, sou o show

E mergulho que nem um um trapezista

Paro e beijo que nem equilibrista

É por isso que me chamam

flor do vento, flor de mel

Colibri encantador

Flor das flores, flor do céu

Para cima, para baixo                                 

Para frente, para trás

Engraçado, eu sei voar de lado

Quero ver quem é que é capaz

Giro as asas feito um oito

Colorindo o infinito

Indo e vindo, flor em flor

Passarinho

Beija-flor

Galinho Dorminhoco

Acorda seu galinho dorminhoco

acorda, tá na hora de cantar

o sol tá lá no céu desde cedinho

e o seu galinho nada de acordar

Acorda reloginho preguiçoso

o dia tá cansado de esperar

galinho dorminhoco abre o bico

quem tem cocorico tem que cocoricar

O gato mia

o pintinho pia

o lobo uiva

ruge o leão

A vaca muge

late o cãozinho

grasna o patinho

relincha o alazão

O burro zurra

o elefante urra

os bichos tem seu jeito de falar

Galinho preguiçoso abre o bico

quem tem cocorico tem que cocoricar

Minha terra

Dá licença dá licença

é a vez da minha terra

de cantar os seu encantos

e as riquezas que ela tem

Minha terra é tão bonita

que dá gosto a gente ver

e não há lugar no mundo

tão bom de se viver

Nosso céu tem mais estrelas

nossos bosques tem mais flores

nossa vida mais amores

e aqui eu sou feliz

Minha terra é um barquinho

navegando no infinito

minha terra meu planeta azul

você é meu país

Bichinhos de estimação

Você gatinha do meu coração

você meu carneirinho de algodão

você bichinho de estimação

é você

é você

é você

Você leoa, eu o seu leão

você ursinho mais do que pimpão

você bichinho de estimação

é você

é você

é você

Assim,

a lua e o sol

a flor e o jardim

assim somos os dois

nós dois

Amor

eu gosto de você

‘cê quer saber porque

é você

é você

Planta Planta

Planta, planta

planta aqui e planta lá

Planta, planta, planta

faz o verde verdejar

Verdejar

verdejar o chão

verde já

verde já na plantação

Viva, viva o ar

xô poluição

vamos juntos verdejar

verde já na plantação

Planta um pé, pé, pé

pé-de não sei que

pé de água de beber

pé-de

pede pra chover

Planta, planta, planta

pé, pé, pé

planta, planta, planta planta, planta no seu pé

Será?

Às vezes eu acho que sim

às vezes, eu acho que não

concordo, às vezes discordo

nem sempre acredito

nem sempre duvido, depende…

Eu acho que tenho razão

às vezes me dizem que não

disseram até que eu

ando me achando

a dona da opinião

Será que eu preciso

ter sempre razão

será mania de competição

será teimosia ou…

será que eu .. tô me achando demais?

E dizem que eu vivo

Querendo impor

aquilo que acho

que tem mais valor

será que no mundo tem

um alguém que tem

sempre razão?

Será que é bom discutir

será que é melhor concordar   

discordo

duvido

acredito

depende…

será que é melhor conversar?

Bem-vindo

Seja bem vindo

aqui nesta canção

canta comigo

faz bem pro coração

Canta, espanta

aquilo que é ruim

o mundo será bem mais feliz assim

Seja bem vindo

aqui é seu lugar

canto contigo

é sempre bom cantar

Canta amigo, o bem que não tem fim

o mundo será bem mais feliz assim

Faz desta canção

uma oração

de fé, amor e paz

Canta esta canção

vem comemorar

bem-vindo ao nosso lugar

Deixa tristeza lá fora, por favor

fica na boa, libera o bom humor

E canta, espanta

aquilo que é ruim

o mundo será bem mais feliz assim

Aqui é seu lugar

agora é seu lugar

é hora de cantar

é sempre bom comemorar

Viva Antonio Carlos Jobim!

segunda-feira, janeiro 25th, 2021

Viva Tom Jobim!

25 de janeiro. Aniversário de São Paulo, e do maior compositor de música popular de todos os tempos! Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim!

Semibreves

• Wave

Era o tempo dos radinhos Spika, e dos primeiros disk-jockeys; eu era um.  Com uma vassoura velha como microfone, ia mandando para o ar o Hit Parade da discoteca do meu pai. Grandes sucessos . Mantovani, Percy Faith, Chuck Berry, Teddy Reno, Carlos Gardel, Sammy Davis Jr, Dean Martin, Angela Maria, Dorival Caymmi, Rosemary Clooney… O primeiro lugar vinha sendo dia-dia disputado pelo Frankie Layne, com Jezebel e Black Gold, pelo Roy Hamilton, com Ebb Tide e Unchained Melody, e pelos Diamonds com Little Darling, o estouro do ano.

“Oh little darling

Tchup tchu-ara

Tchup tchu-ara

Oh little darling

Oh oh oh oh”

A versão em português foi gravada por Lana Bittencourt e também estourou, mas, do lado B, vinha uma canção pelo ar, uma cidade a cantar, uma mulher a cantar “Se Todos Fossem Iguais a Você”, de Antonio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, que conquistou a audiência e ficou semanas no topo da parada. Foi a primeira vez que vi o nome dessa sublime parceria.

E, um pouco mais que de repente, chegou “Chega de Saudade”, e o disk-jockey largou a rádio no ar, e tratou de aprender violão.

 •

• Tom

Fotografou o som

com sua Rolleyflex

revelou-se a sua enorme inspiração.

• One Finger

Meu amigo e parceiro Luiz Roberto Mello e Souza Oliveira, paulista do Leblon, músico e tomaníaco, numa visita ao Colégio Mello e Souza, no Rio de Janeiro, encontrou nos seus arquivos, o script de uma peça, que foi representada pelos alunos, lá pelos anos trinta do século passada.

O autor, não sei quem era. mas, no papel de Dr. Carrapatoso, estava o garoto Antonio Carlos Jobim.

Aquele um.

• Meditação

Antonio

Carlos

Brasileiro

de

Almeida

Jobim

Antonio Carlos Planetário de Almeida Jobim

Tom Mixer.

 • Outras notas, mas, a base é uma só.

#1. O grande Ronaldo Bôscoli, letrista de “Lobo Bôbo”, “Barquinho”, “Fim de noite”, “Saudade Fez um Samba”, “Você”, e muitas outras da Bossa Nova, por pouco não foi o letrista de um tema que Tom Jobim mostrou a ele em primeira mão. Chegou a fazer um esboço, mas foi seu cunhado Vinícius de Moraes, quem acabou escrevendo a letra de “Garota de Ipanema”.

#2. Vinícius não acertou de cara na letra, e quem quiser conhecer uma tentativa (Menina que Passa),leia “Antonio Carlos Jobim, uma Biografia”, de Sérgio Cabral, Ed. Lumiar. Tem também no Cancioneiro Jobim.

#3. Ronaldo Bôscoli reinvindicava que foi ele quem apresentou o Tom a Vinicius, e não o Lúcio Rangel, na lendário Casa Villarino Bar.

#4. Tom, Bôscoli e João Gilberto fizeram 2 músicas em parceria!               Uma, ninguém lembra mais, e a outra,  

Só a saudade assim, faz um dia a gente saber que o amor existe, sim.             Só um dia assim, faz a gente sentir que o amor chegou ao fim…

ficou, segundo o maestro, um plágio de “Meditação”, também dele, em parceria com Newton Mendonça.

#5. Ronaldo Bôscoli foi quem escreveu os versos para a introdução recitativa do “Desafinado”: Quando eu vou cantar você não deixa…

#6. Segundo ele, os nomes de mulher de mulher citados nas músicas de Tom, não tem nada a ver. Ana Luiza, Lígia etc… todos esses nomes são códigos. Inclusive Ângela, que ele fez para o Roberto Carlos – o qual, aliás, estupidamente, a esnobou – é linda.                                                                         –  Miéli e eu praticamente obrigamos o Rei a cantá-la num show – e ele finalmente a cantou, entre um e outro pot-pourri de seus sucessos.

#7. Bôscoli afirma também que colaborou em Luíza com sete cores, sete mil amores.

A resposta do Tom, e a confirmação dessas dicas, vocês encontram no livro Eles e Eu – Memórias de Ronaldo Bôscoli, por Luiz Carlos Maciel e Ângela Chaves, Editora Nova Fronteira.

#8. A música Corcovado, pra mim, a cara da bossa nova, começava originalmente, com cara de samba canção:

                                          Um cigarro um violão….       

nada condizente com os estatutos ensolarados da BN, remetendo ao Cubo das Trevas – assim, Tom chamava as antigas boites esfumaçadas onde ele tocava seu pianinho, correndo atrás do aluguel.

Quem deu o toque, e Tom aceitou, foi o mago de Juazeiro, João Gilberto      do Prado Pereira de Oliveira, e ficou assim:

Um cantinho e um violão…

#9. Tom nasceu num dia 25 de janeiro – aniversário de São Paulo, e “Chega de Saudade”, com João Gilberto estourou em São Paulo, e, no início dos anos sessenta apresentava um programa de televisão na TV Paulista, canal 5! Acredite quem quiser! O programa chamava-se “O Bom Tom” e eu tive a felicidade de assistir vários deles. Lembro dos programas com João Gilberto, Luís Bonfá, Ronaldo Bôscoli. Jamais vou esquecer de Vinícius, Aloysio de Oliveira e Sylvia Telles abraçados, dançando e cantando “Eu preciso de você”, como se fosse um can can, com o maestro soberano ao piano.

Como o sol precisa de um poente

Eu preciso de você

Só de você

Como toda orquestra de um regente

Eu preciso de você

Só de você…

É duro aceitar que não temos sequer um fotograma de “O Bom Tom”. Incrível é que o programa era o segundo lugar em audiência em São Paulo, perdendo apenas para o Cirquinho do Arrelia, no canal 7!

#10. Carinhoso.

LP (ou CD) do Século

janeiro de 2000

Estamos nos aproximando da virada do século, e pelo jeito que as coisas caminham, o espaço pro genial está totalmente preenchido, visto que proliferam eleições e coleções dos melhores de tudo, de tudo que é assunto, e com um ano de antecedência.

É de se supor que, ninguém mais acredita caber mais alguém, nessa nau dos imortais que partiu, no oceano sem praias…

E, já que estamos fechando para balanço, apresento o meu voto, que aliás, ninguém perguntou, para o melhor CD ou LP deste século de musica popular:

Francis Albert Sinatra & Antonio Carlos Jobim

Beleza, charme, técnica, afinação, repertório, execução, balanço, mixagem, sonoridade, harmonia, timbrística, delicadeza, discrição, amor pelo trabalho, profissionalismo, coração. Bossa.

O maior cantor de todos os tempos e o maior compositor da música popular.

Um telefonema, do próprio Frank, pro Bar Veloso, deu o chute inicial.

As gravações, com os belíssimos arranjos de Claus Ogerman, iniciaram dia 30 de janeiro de 1967 as 20 horas.

A formação da orquestra era de 10 violinos, 4 violas, 4 cellos, 3 flautas, trombone, contrabaixo, piano e 2 bateristas, um para as músicas americanas, e o Dom Um Romão para as brasileiras, atendendo a um pungente pedido do Tom : – Se você não vier, vou entrar por um cano que não tem tamanho!

E aquele violãozinho do Astênio Claustro Fobim  “que não tocava bem”, mas que tocava como ninguém, bem colocado, suingado, preenchendo os espaços com elegância, e sem malabarismos, o violão mais bossa nova de toda Bossa Nova.

(João Gilberto é outro assunto).

Contracantos geniais, as chamadas  “inner voices”, que o nosso Maestro fazia magistralmente.

O CD, remixado, contem algumas intervenções geniais, que não aparecem no LP. Por exemplo, a “baixaria “ que o Tom faz em “I Concentrate on You” enquanto o Frank está cantando, o final de “Garota de Ipanema” (aliás a melhor gravação desta música, (São João que me perdoe) e outras mais.

A primeira música gravada foi “Baubles, Bangles and Beads”. Sinatra não gostou: – Preciso botar menos gelo nos meus drinques!

Mandaram o Tom cantar mais alto. Sinatra aconselhou :

– Abra o paletó, mostre o colete à prova de balas e cante.

Mataram às 20h e 45m, no setimo take.

A primeira música de Tom Jobim que o Frank gravou foi Dindi, que terminou lá pelas 23 horas com o comentário do “The Voice” :

– Porra, que beleza de canção!

Sinatra brincou com Ogerman e Tom sobre a delicadeza e a suavidade dos arranjos : – Não canto assim desde que tive faringite !

Foram três noites de gravação, jantares e drinques, e o resultado foi eleito pela crítica americana como o àlbum do ano.

Para mim esses dois batutas produziram o tal biscoito fino, o melhor do século!

Quem quiser que mostre outro.

Como diria o nosso Baden Powell: – Encosta pra ver se dá!

O homem cordial e bondoso.

• E voltei pra minha nota

#10. Um dia, papeando com o maestro soberano, contei a ele que minha mãe se formou em piano no Conservatório Dramático Musical de São Paulo, onde foi aluna de Mário de Andrade, em História da Música; ele abriu um sorriso e com seu jeito cordial disse:- Que bom, Edgard, os paulistas são formidáveis e os Andrades (Oswald e Mário) são dois craques!

Brincando, aproveitei a chance e falei, que ele estava devendo uma musica para São Paulo, afinal ele nasceu no dia 25 de janeiro, e ele disse que estava fazendo. Aqui está ela:

#11. Apostaria minhas colcheias que o “Prelúdio Nº3”, para violão, de Heitor Villa-Lobos, foi motivo de inspiração para a maravilha que é “Saudades do Brasil”.

#12. O trisavô paterno do compositor, José Martins da Cruz Jobim, era natural de Jovim, Gondomar, Portugal. O sobrenome Jobim alude a essa localidade.

Ora pois: será que aí não houve a troca “B” pelo “V” e bice bersa, ó pá?

Viva o nosso Tom!

 Rei, que nem Pelé!

 Tom brasileiro!

Tom do Sertão. Homenagem a Tom Jobim.

segunda-feira, janeiro 25th, 2021

Uma homenagem ao imenso Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim e aos queridos amigos Chitãozinho e Xororó que gravaram, magnificamente o CD Tom do Sertão.

 

Voz: maestro Claudio Paladini

Paul Mounsey – Edgard Poças

Recitativo:

 

Gado miúdo, curral redondo

Não há quem conte, senão seu dono

 

Canto:

 

Lá, lá no coração

É lá onde a emoção

Onde o que fazer

Se não luar

Luar de amor

Do meu sertão

 

Ah, esse meu viver

Cantar esse  bem querer

Esse meu irmão

Essa canção que tem o tom

Tom do sertão

 

Quanto mais eu canto

Mais estou perto do sertão

Meu avarandado, o cantinho, o violão

Na asa do Jereba voa imaginação

Sertanejo é o tom que eu canto

 

Meu luar de prata, o pé de manjericão

Cheiro de saudade

Aconchego pé no chão

Passo Preto faz a sua casa no capão

Sertanejo é o tom que eu canto

 

Tão brasileiro

Sertanejo sim senhor

No cantar dos passarinhos

Nessa história de amor

Que invade nosso peito

Numa forma de oração

Esse é o tom

Tom do Sertão

 

 

CadaUmComSeuCadaUm

domingo, janeiro 17th, 2021
Todas as composições em parceria com Pichu Borrelli. Homenagens a compositores brasileiros.

.

Intérpretes

QUERENDO COMPRAR O CD, ENTRE NESTE ENDEREÇO:
WANTING TO BUY THE CD, ENTER THIS ADDRESS:

https://www.popsdiscos.com.br/detalhe.asp?shw_ukey=47510

ENDEREÇOS DAS PLATAFORMAS DE STREAMING ONDE O CD ESTÁ DISPONIBILIZADO:
ADDRESSES OF THE STREAMING PLATFORMS WHERE THE CD IS AVAILABLE:

SPOTIFY: http://open.spotify.com/album/3TXVHloluwPnCCPyTFu3jB

ITUNEShttp://itunes.apple.com/us/album/id1481843244

DEEZER: http://www.deezer.com/album/113127612

NAPSTER: https://us.napster.com/artist/varios-artistas-2/album/cada-um-com-seu-cada-um

TIDALhttps://listen.tidal.com/album/119279124

[NYOUTUBEMUSIChttps://music.youtube.com/playlist?list=OLAK5uy_mWjznU0pH-GlFawrm8cLJHWPMZmopfNsA

Letras


Dia Mundial da Água

domingo, março 22nd, 2020

Hoje  é dia 22 de março. o dia mundial da água. Salve ela!

 

Dia Internacional Contra a Discriminação Racial

sábado, março 21st, 2020

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Adivinha, Paul Mounsey e Edgard Poças.

Voz: Diogo Poças

Ilustração de Maria do Céu, minha filha Céu

Clique para ampliar

 Ilustração de Fernanda Youssef, em Asas da Imaginação, coleção O Mágico do Balão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Castelo de Caras

sexta-feira, março 20th, 2020

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Sequenciadores: Performer e Logic

Computador: Macintosh

Junho de 2003

Seguem quatro faixas.

• O Cortejo do Rei e o Côro dos Soldados

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A Princesa Bailarina

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

O Lago Encantado

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A Batalha

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.