Archive for dezembro, 2015

Beethoven.

quinta-feira, dezembro 17th, 2015

17 de dezembro de 1770 –  26 de março de 1827 .

Caminhando e pensando

… um dividido por dois dá dois meios e por tres dá dízima…  eu vou dividir um tempo por dois e tres ao mesmo tempo e cada um que divida como puder… num adágio, quase uma fantasia!

 

 

Sonata No. 14 in C-Sharp Minor, Op. 27

I. Adagio sostenuto

III. Allegretto

III. Presto Agitato.

Com Maurizio Pollini

 

Com Arthur Rubinstein

 

Com Walter Gieseking

 

“O resumo de sua obra é a liberdade”, observou o crítico alemão Paul Bekker , “a liberdade política, a liberdade artística do indivíduo, sua liberdade de escolha, de credo e a liberdade individual em todos os aspectos da vida”.

Foi o primeiro grande compositor  que escreveu música para si, livre, sem estar vinculado a um príncipe ou a um nobre.

“Uma criatura completamente indomável.” – Goethe.

O mundo anda precisando.

sexta-feira, dezembro 11th, 2015

 

 

 

 

 

Liefde   Dashuri   Liebe   حب   Sevgi   Amore   любов   Каханне   愛   Renmen

Love   Ljubav   Kærlighed   Láska   Ljubezen   Armastus   Rakkaus   αγάπη   Ást

Szerelem   Cinta   სიყვარული   Amour   אהב   Grá   Meilė   Mīlestība   љубовта

Imħabba   kjærlighet   عشق   Miłość   Dragoste   любовь   Kärlek   љубав   사랑

அன்பு   Aşk   Tình   yêu   Upendo   محبت ، پیار   Pag-ibig   ליבע   Cariad   Любов

Amor.

 

Feliz Natal.

Feliz 2016.

Noël Rosa. O boêmio e o mártir.

sexta-feira, dezembro 11th, 2015
Texto Cony

Clique para ampliar

Encontrei essa beleza de crônica  de Carlos Heitor Cony, recortada do jornal Folha de São Paulo – não anotei a data da publicação – e guardada entre as partituras de Esquina da VidaEu Sei Sofrer do volume #3 do Songbook Noël Rosa da Lumiar Editora.

Uma crônica que não resta a menor dúvida.

Noël de Medeiros Rosa (11 de dezembro de 1910 – 4 de maio de 1937.