Archive for janeiro, 2014

Jantar no Balila.

sábado, janeiro 25th, 2014

Anos cincoenta. Jantar no andar de cima da Cantina Balila, na rua do Gasômetro, no bairro do Brás em São Paulo. Tios e primos da minha família do lado lusitano.

O carro chefe era perna de cabrito com batata e brócolis; eu ia de frango capão. E guaraná. Sou o moleque da foto.

Depois, na companhia dos inesquecíveis Zequinha e Joca Marques da Costa, passe a ingerir coisas mais fortes.

O post está a espera da visita e dos comentários dos queridos que ainda estão aqui. No andar de baixo.

Milk Shake de Som

quarta-feira, janeiro 8th, 2014

Coloque na pauta uma porção de rap com um toque de rock acrescente várias gramas de forró samba à vontade umas xícaras de carimbó algumas de rumba outras de vaneirão duas baquetas de baião desfiado com um maço de frevo rasgado um fado uma pitada de merengue um chorinho de bolero um lero-lero com várias colheres de salsa diversas folhas de valsa meia marcha lenta refogada num breque de break acelerado adicionado em seguida a uma balada derretida numa bela tarantela com algumas rodelas de techno sem espinhas e tempere com axé picado polvilhe com funk ralado carregue no reggae deixe no molho hip-hop por alguns minutos e bata nos ouvidos até ficar macio – o som é claro – ajuste o volume e sirva o milk shake à vontade.

Beba moderadamente.

H. Vira-Bollos.

 •

Wilson Baptista – Cancioneiro Comentado

quarta-feira, janeiro 1st, 2014

Finalmente um songbook do maior sambista de todos os tempos! Tive a honra de conhece-lo pessoalmente nos bastidores do programa Brasil 61 apresentado por Bibi Ferreira na antiga TV Excelcior de São Paulo, onde hoje é o Teatro Cultura Artística, na rua Nestor Pestana. O diretor artístico do programa era o Alvaro Moya e seus auxiliares eram Manuel Carlos, o grande novelista e Abelardo Figueiredo que brilhou nas noites paulistanas dirigindo casas como, o Palladium, o Urso Branco na década de sessenta e criou e dirigiu o Beco introduzindo um novo formato aos shows em casas noturnas de São Paulo.

Wilson foi entrevistado por Bibi, cantou alguns sucessos e falou sobre a famosa polêmica em samba com Noël Rosa, sempre elogiando o grande poeta da vila.

O Songbook do grande Wilson. Todas as composições famosas em partituras corretas e diagramação clara e bonita. Os títulos das músicas escritos numa font produzida a partir da caligrafia do compositor. E um perfil biográfico nota dez. Golaço de Rodrigo Alzuguir e da Editora Vitale!

Saiba mais:

O excelente blog Nota de Rodapé entrevistou o biógrafo do sambista, Rodrigo Alzuguir, que lançou, no início de julho o livro de partituras “Wilson Baptista – Cancioneiro Comentado”. Em setembro Alzuguir vai lançar outra publicação sobre o sambista, a biografia “Wilson Baptista – O samba foi sua glória!”. *

 Antes, o produtor cultural, ator, músico e pesquisador já havia produzido o espetáculo musical e o CD duplo que levaram o mesmo nome “O samba carioca de Wilson Baptista”.

http://www.notaderodape.com.br/2013/07/e-tempo-de-celebrar-wilson-baptista_24.html

Quer saber do Wilson? Entre no endereço:  http://osambacariocadewilsonbaptista.blogspot.com.


Rodrigo comigo e com meu filho Diogo, por ocasião da gravação da minha filha Céu que participou do CD  O Samba Carioca de Wilson Baptista cantando
A Nega Luzia