Mappin • Edgard Poças • Klaxon

KLAXON CRIAÇÕES – SOM e IMAGEM, minha firma de fotogramas de publicidade, cumpriu sua história da primeira metade dos anos oitenta até o final dos anos 90.

Mappin, uma loja de departamentos com sede na cidade de São Paulo, cujo nome oficial era Casa Anglo-Brasileira S/A, compôs boa parte dela.

Fundada em 1774, na cidade inglesa de Sheffield, foi trazida para o Brasil em 1913 pelos irmãos Walter e Hebert Mappin.

images-4

Durante os 86 anos em que atuou em São Paulo, foi uma das pioneiras do comércio varejistano Brasil.

Na década de 1930, inovou ao colocar etiquetas com os preços nas vitrines e foi a propulsora do crediário.

SONY DSC

SONY DSC

Entre os anos 40 e 50, o Mappin foi ponto de encontro. Antecipou o conceito de shopping center, reunindo produtos de diversos tipos em um único local.

A loja na Praça Ramos de Azevedo, no centro da capital paulista, se tornou referência da marca.

  images-1            anos 60      images

Encerrou suas atividades em 1999.

 

klaxon 1

Klaxon foi o nome homenagem a revista a primeira publicação modernista brasileira, uma referência importante para o estudo desse Movimento.

Escrtitóri Leiria • bandeira Klaxon

A publicação do periódico, entre 1922 e 1923, foi a primeira ação pós-Semana de Arte Moderna, realizada por um grupo de artistas – poetas, escritores, artistas plásticos, músicos, jornalistas e intelectuais – com o objetivo de imprimir uma identidade nacional à produção artística brasileira e promover um rompimento com as tradicionais escolas europeias.

A redação de Klaxon costumava se reunir na Confeitaria Vienense, e a primeira sede da revista foi na rua Uruguai, número 14, transferindo-se depois para a rua Direita, número 33, sempre pertinho do Logo MappinOuça o som da klaxon buzinando, nesta montagem – feita gentilmente pela Memorar – de todos fotogramas produzidos pela Klaxon.

Desculpem pequenas falhas sonoras; o tempo pune, mas é, e está.

Agradeço à todos que, pacientes e condescendentemente, participaram dessas peças como compositores, intérpretes ou parceiros.

Amilson Godoy, Angela Márcia, Arismar do Espírito Santo, Caio Flávio, Carlinhos Bala, Claudio Bertrami, Claudio Leal Fereira, José Antonio Almeida, José Clovis Trindade, Lelo Nazário, Luiz Lopes, Luiz Roberto Oliveira, Marcos Xuxa Levy, Nadir Gogliano, Nelson Ayres, Paulinho Campos, Paulo Bellinati, Paul Mounsey, Pichú Borrelli, Rodolfo Stroeter, Silvinha Araújo, Willian Caran, e o gentil e expedito McIntosh Barbosa Poças.

Instantânea de Vídeo

 

A todos, o meu abraço de carinho e saudade.
KLAXON:CARTÃO 1

Este post é dedicado à memória do inesquecível Fernando Vieira de Mello.

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

4 Responses to “Mappin • Edgard Poças • Klaxon”

  1. O Mappin foi um dos precursores dos desfiles de modas. Quando criança cheguei a acompanhar minha mãe ao “Chá da Tarde”, sempre complementado por um desfile. O que mais me faz lembrar desse magazine era o anúncio dos ascensoristas quando o elevador parava nos pavimentos: -“brinquedos, calçados, roupas de cama…”! Abraços Edgar por essa feliz lembrança. Com ela eu regredi uns 60 e tantos anos.

  2. Edgard Poças disse:

    Que bom que voce sempre aparece! WALDYR ALBIERI: É NO MAPPIN!

  3. Olá Edgard, como vai?

    Não sei se é de seu conhecimento, mas reativamos o Mappin, agora na internet.
    Sou o responsável pela equipe criativa que cuidará da marca de agora em diante, e gostaria de saber se poderia compartilhar qualquer material que tiver em seu acervo sobre o Mappin.

    Temos interesse também em saber mais da história do Mappin, curiosidades, enfim, conhecer mais a fundo essa linda história do passado que tentaremos daqui em diante honrá-la.

    Você estaria disponível para batermos um papo?

    Obrigado e um abraço!

    André

  4. Edgard Poças disse:

    Sim André, podemos bater um papo. Fui amigo do Fernando Vieira de Melo e fiz muitos trabalhos para o Mappin. Abraço. Edgard

Leave a Reply